Golpes na internet: principais tipos e como evitar

Segurança

15/12/2023

A evolução tecnológica trouxe consigo inúmeras facilidades, mas também abriu portas para uma série de ameaças online. Golpes na internet são uma realidade crescente, explorando a ingenuidade e falta de conhecimento dos usuários.

Mas, você não precisa ser uma vítima se tiver conhecimento sobre os tipos de golpes na internet mais comuns e quais estratégias pode adotar para se proteger de cada um deles. Fique atento e repasse essa informação às pessoas com risco de caírem em golpes.

Principais tipos de golpes na internet e como se prevenir

Falar sobre Segurança e Vigilância é a nossa especialidade, e isso inclui a segurança online a qual praticamente todos nós corremos o risco de perder se não tivermos cuidado com nossas informações na internet.

Se você nunca caiu em um golpe pelo WhatsApp, SMS, por e-mail ou outros tipos de golpes online, sinta-se uma pessoa de sorte, mas não dê chance para o azar: fique por dentro dos tipos de golpes mais comuns e o que fazer para evitar ser uma vítima deles.

Phishing

O Phishing é uma técnica utilizada por cibercriminosos para obter informações confidenciais, como senhas e informações de cartões de crédito, ao se passarem por entidades confiáveis.

Eles geralmente fazem isso enviando mensagens de e-mail falsas, mensagens de texto ou mensagens em redes sociais, projetadas para enganar as pessoas e induzi-las a revelar informações sensíveis.

E-mails ou mensagens falsas: Os criminosos criam mensagens que parecem ser de fontes legítimas, como bancos, empresas ou organizações governamentais. Essas mensagens frequentemente alertam sobre problemas de conta, atividades suspeitas ou atualizações de segurança.

Links maliciosos: Os e-mails ou mensagens muitas vezes contêm links que direcionam a vítima para sites falsos, que imitam os sites reais. Esses sites geralmente solicitam que a vítima insira informações confidenciais, como senhas, números de cartões de crédito ou informações pessoais.

Downloads de malware: Algumas campanhas de phishing incluem anexos ou links que, quando abertos, instalam malware no computador ou dispositivo da vítima. Esse malware pode roubar informações diretamente do dispositivo.

Como se prevenir contra phishing?

Desconfie de e-mails suspeitos: Nunca clique em links ou abra anexos de e-mails suspeitos. Verifique o remetente e procure por sinais de phishing, como erros de ortografia ou endereços de e-mail estranhos.

Verifique a autenticidade: Se receber um e-mail solicitando informações confidenciais, entre em contato diretamente com a empresa ou organização para confirmar se a solicitação é legítima.

Use autenticação de dois fatores (2FA): Adicione uma camada extra de segurança às suas contas, exigindo uma segunda forma de verificação além da senha.

Mantenha o software atualizado: Mantenha o seu computador atualizado em questão de sistema operacional, navegadores e antivírus, pois eles são essenciais para se prevenir de vulnerabilidades.

Esteja ciente de mensagens urgentes: Phishers muitas vezes usam táticas de urgência para induzir as pessoas a agirem rapidamente. Pare e pense antes de fornecer qualquer informação.

Use um filtro de spam: Configure um filtro de spam eficaz para ajudar a identificar e-mails suspeitos antes que cheguem à sua caixa de entrada.

Educação em segurança cibernética: Mantenha-se informado sobre as táticas mais recentes de phishing e eduque os membros da sua organização ou família para reconhecerem ameaças online.

Ransomware

O ransomware é um tipo de software malicioso (malware) que criptografa os arquivos em um sistema, tornando-os inacessíveis, e exige o pagamento de um resgate (ransom) para fornecer a chave de descriptografia.

É uma forma de ataque cibernético que visa extorquir dinheiro das vítimas, geralmente por meio de bitcoins ou outras criptomoedas, para garantir a recuperação dos dados. Estes são os passos básicos de como um ataque de ransomware funciona:

Infecção: O ransomware geralmente entra no sistema por meio de e-mails de phishing, links maliciosos, anexos infectados ou explorando vulnerabilidades em software desatualizado. Uma vez dentro do sistema, o ransomware se espalha rapidamente e começa a criptografar os arquivos do usuário.

Criptografia de Arquivos: O malware utiliza algoritmos de criptografia para bloquear o acesso aos arquivos do usuário, tornando-os ilegíveis sem a chave de descriptografia.

Exibição da Mensagem de Resgate: Após a conclusão da criptografia, uma mensagem de resgate é exibida na tela da vítima, informando que os arquivos foram bloqueados e que o pagamento de um resgate é necessário para obter a chave de descriptografia.

Pagamento do Resgate: Geralmente, os criminosos pedem o pagamento em criptomoedas, como o Bitcoin, para dificultar o rastreamento. Não há garantias de que os criminosos fornecerão a chave de descriptografia após o pagamento, e há casos em que as vítimas não conseguem recuperar seus dados mesmo após pagar o resgate.

Como se prevenir contra Ransomware?

Faça backup regularmente: Mantenha backups regulares de seus dados e armazene-os em um local seguro, como um dispositivo offline ou em um serviço de backup na nuvem.

Mantenha o software atualizado: Certifique-se de que seu sistema operacional e todos os programas estejam atualizados para corrigir quaisquer vulnerabilidades que possam ser exploradas pelos criminosos.

Tenha um antivírus atualizado: Use software antivírus e anti-malware confiável e mantenha-o atualizado para detectar e bloquear ameaças.

Cuidado com e-mails suspeitos: Ao receber um e-mail de algum desconhecido, seja pessoa física ou empresa, leia atentamente, busque por informações inconsistentes, erros ortográficos e não clique em links nem baixe arquivos se houver anexos.

Use filtros anti-spam: Configure filtros anti-spam para bloquear e-mails maliciosos antes que cheguem à sua caixa de entrada.

Restrições de privilégios: Limite os privilégios de usuário para minimizar o impacto de um ataque bem-sucedido.

Conscientização do usuário: Eduque os usuários sobre práticas seguras na internet e conscientize-os sobre os perigos dos ataques de ransomware e outros golpes online.

Golpe dos cupons falsos

Esse é para quem adora ganhar cupons de desconto online para fazer compras, mas não costuma se certificar se a fonte dos cupons é confiável. O golpe dos cupons falsos é uma prática fraudulenta em que os criminosos criam cupons de desconto falsos para enganar consumidores ou empresas.

Essa estratégia visa induzir as pessoas a compartilharem informações pessoais, como dados de cartão de crédito, ou a fazerem compras em sites fraudulentos. Veja como funciona:

Criação de cupons falsos: Os golpistas criam cupons de desconto falsos, muitas vezes usando softwares gráficos para imitar a aparência de cupons legítimos de empresas conhecidas.

Propagação online: Os cupons falsos são geralmente disseminados online, através de redes sociais, e-mails não solicitados, mensagens de texto ou até mesmo em sites falsos.

Enganando as vítimas: As vítimas são atraídas pelos descontos prometidos nos cupons e são incentivadas a clicar em links ou fornecer informações pessoais para resgatar as ofertas.

Roubo de informações: Ao clicar nos links fornecidos, as vítimas podem ser redirecionadas para sites fraudulentos que buscam coletar informações confidenciais, como dados de cartão de crédito, endereços e informações de login.

Prejuízo financeiro: Em alguns casos, os golpistas podem realizar transações fraudulentas usando as informações roubadas, causando prejuízos financeiros às vítimas.

Como se prevenir contra o golpe dos cupons falsos?

Verifique a legitimidade: Sempre verifique a legitimidade dos cupons. Confirme se eles são emitidos por fontes confiáveis, como os sites oficiais das empresas.

Desconfie de ofertas muito boas: Desconfie de ofertas que parecem ser boas demais para serem verdadeiras. Golpistas muitas vezes usam isso para atrair vítimas.

Evite clicar em links suspeitos: Evite clicar em links de fontes não confiáveis, especialmente se você os receber por e-mail, mensagens de texto ou em redes sociais.

Verifique a autenticidade do site: Certifique-se de que está em um site seguro e autêntico antes de fornecer informações pessoais ou financeiras.

Atualize software de segurança: Mantenha seu software antivírus e antimalware atualizado para proteger seu dispositivo contra ameaças online.

Comunique suspeitas: Se você suspeitar de um cupom falso ou de um golpe, informe a empresa afetada para que eles possam tomar medidas contra os criminosos.

Em resumo, esses golpes podem ocorrer por diferentes meios, como e-mail, WhatsApp, SMS ou redes sociais. Esteja atento quando receber um contato de alguém, pessoa ou empresa, que você não conheça ou não esteja esperando. Leia atentamente o que diz a mensagem e não clique em nenhum link antes de ter certeza que é seguro.

Navegar com segurança na internet requer consciência e precauções. Mantenha seu software atualizado e eduque-se continuamente sobre as ameaças virtuais. Ao adotar essas práticas, você estará fortalecendo sua defesa contra os perigos do mundo digital e desfrutará de uma experiência online mais segura e protegida.

Blog Segura

16/04/2024

Como se tornar um vigilante profissional? Segurança

O papel do vigilante na nossa sociedade é muito importante para manter a segurança em uma variedade de ambientes. Seja protegendo propriedades privadas, empresas, instituições financeiras ou eventos, os vigilantes podem ajudar a prevenir crimes e garantir a tranquilidade das pessoas.

Leia mais

09/04/2024

6 Tipos de controle de acesso a condomínios Segurança

Os avanços tecnológicos transformaram a maneira como lidamos com a segurança em espaços coletivos, como condomínios residenciais e comerciais. O controle de acesso é uma parte vital desses sistemas, garantindo a segurança dos moradores, funcionários e visitantes.

Leia mais

03/04/2024

Bodycams: a importância das câmeras corporais na segurança privada Segurança

A segurança privada é um aspecto bem importante para uma parcela da sociedade. Com o aumento da preocupação com a segurança pessoal e patrimonial, as empresas e organizações têm buscado meios eficazes de proteger seus ativos e garantir a integridade de seus funcionários e clientes. Nesse contexto, as bodycams surgem como uma ferramenta valiosa na gestão da segurança.

Leia mais
Natela Web Natela - Soluções Web
Ícone de Whatsapp