O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança para Condomínios  > Segurança para condomínios: o que você precisa saber
Sistemas de segurança para condomínios: tudo o que você precisa saber

Segurança para condomínios: o que você precisa saber

Conheça algumas práticas e sistemas de segurança para condomínios que podem proteger, reduzir custos e valorizar os imóveis.

A proteção de um condomínio envolve diversas práticas e rotinas, que devem ser tomadas tanto por moradores, quanto por funcionários.

Estas ações auxiliam para manter as pessoas envolvidas em segurança e atuam diariamente para reduzir os riscos existentes.

Neste universo, os sistemas de segurança para condomínio são excelentes opções para a manutenção da segurança do local, além de contribuir para a maior valorização do imóvel e a redução dos custos com o condomínio.

Ao ler nosso artigo, você vai encontrar um guia completo com as principais orientações sobre sistemas de segurança para condomínio que favorecem a proteção desses locais. Acompanhe.

A responsabilidade de síndicos e moradores para a segurança do condomínio

O síndico é a pessoa responsável por fazer a gestão e zelar pelo correto funcionamento do prédio. A ele cabe também o controle orçamentário, que irá garantir uma estrutura qualificada e eficiente de segurança para o condomínio.

Enquanto isso, cabe aos moradores, seguir as regras e manter políticas de boa convivência. E todos devem cuidar da segurança do condomínio.

A segurança do condomínio depende desta ação conjunta, e de uma rotina que deve estar entre as prioridades de todos, sem exceções. O que inclui moradores, síndicos e funcionários.

 

Tudo o que você precisa saber para tornar seu condomínio mais seguro

Áreas que merecem maior atenção para a proteção do condomínio

Infelizmente não é apenas com a boa vontade das pessoas que se pode garantir a segurança de um condomínio.

Algumas áreas, por serem alvos fáceis, merecem maior atenção e o uso de equipamentos de segurança para promoverem uma proteção efetiva.

Segundo especialistas no assunto, a maior parte das invasões ocorrem nos acessos das garagens e dos pedestres.

Por isso, a recomendação é que estas áreas sejam monitoradas e concentrem os melhores equipamentos. O ideal é que as imagens sejam gravadas em sistema digital e dispor de backups de segurança.

As prioridades devem estar nas áreas de acesso (portaria, entradas e saídas das garagens) e nas áreas de maior concentração de pessoas (como o hall social, as escadas, no trajeto até as garagens, elevadores, etc.).

Outra sugestão é criar nestes espaços anéis de segurança para evitar que os condomínios sejam invadidos. Assim, se uma das barreiras for quebrada, outros sistemas protetivos estarão apostos.

A escolha dos sistemas de segurança para condomínios

Para a definição dos sistemas de segurança para condomínios, deve-se contar com empresas especializadas para fazer esta checagem.

Não é apenas uma questão de tecnologia, mas sim, todo o contexto da situação que deve ser analisado.

O melhor sistema não deve ser definido pelo preço e nem tão somente pela modernidade que ele apresenta. Deve ser escolhido de acordo com as características que melhor se adequam ao condomínio em questão, suas funções e as necessidades do local e dos moradores.

Recomenda-se para isso que a empresa contratada, avalie o tamanho do condomínio, o número de apartamentos e toda a estrutura disponível no local.

Para isso a empresa de segurança deve-se atentar as barreiras perimetrais do condomínio, conferir a altura do muro, a presença ou não de cercas elétricas, concertinas, sensores de presença e outros detalhes que podem tornar-se pontos críticos para a segurança do local.

Neste caso algumas medidas podem ser adotadas, entre elas a inclusão de sistemas eletrônicos de segurança, como alarmes, circuitos fechados de TV, cercas elétricas, controles de acesso, entre outros. A portaria remota é outro recurso muito utilizado na atualidade, por apresentar inúmeras vantagens para a segurança de um condomínio.

Além de barreiras físicas e eletrônicas é importante também adotar políticas internas e procedimentos de segurança para garantir que processos, pessoas e equipamentos estejam sincronizados e a favor da segurança.

A manutenção dos sistemas de segurança para condomínio devem ser frequentes

Além de contar com sistemas de segurança para condomínios, para garantir a proteção destes locais é preciso fazer testes periódicos de todos os equipamentos e processos. E isso inclui os sistemas de iluminação, alarmes, câmeras, portões, e outros pontos.

Como a avaliação exige conhecimento técnico, o recomendado é que ela seja feita por uma empresa especializada, garantindo assim que os equipamentos e processos funcionem sempre dentro da normalidade.

Um detalhe importante é também a sinalização do condomínio. Deve-se avisar sobre a presença de câmeras, cercas elétricas, etc. para evitar riscos de acidentes para moradores e funcionários.

As atualizações são necessárias e devem ser frequentes para manterem-se atualizadas e assim, garantir o conforto, a segurança e o bem estar dos moradores.

saiba mais sobre portaria remota