O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança Eletrônica  > Você sabe como funcionam os sensores de movimento inteligentes?
sensores de movimento

Você sabe como funcionam os sensores de movimento inteligentes?

O uso das ferramentas digitais será cada vez mais essencial, como os detectores de movimento. Entenda como eles podem facilitar a rotina e aumentar a segurança no dia a dia  

Os sensores de movimento podem estar presentes em mais lugares do que imaginamos. Estes elementos podem identificar a presença de pessoas ou objetos à distância, sem a necessidade de contato direto. 

Utilizado em portas automáticas, estacionamentos e uma infinidade de outros ambientes, esta ferramenta vai ao encontro do momento em que estamos vivendo. 

O mundo real caminha cada vez mais junto ao virtual, aprimorando processos, elevando os níveis de qualidade e assertividade do trabalho. 

Ao contrário do que muitos possam pensar, a vida pós-pandemia continuará exigindo soluções que reduzam o envolvimento corpo a corpo. 

De modo preventivo diante de possíveis novas doenças contagiosas, a demanda por dinâmicas que reduzam a necessidade do contato pelo toque só irá aumentar. 

Conheça as funcionalidades dos sensores de movimento e como estes dispositivos podem ser úteis em diversos locais e equipamentos. 

Sensores de movimento – tipos mais comuns no mercado 

De acordo com a necessidade, existe um tipo específico de sensor de movimento que irá melhor atender o objetivo de segurança

A característica em comum dos diversos modelos é seu modo de funcionamento. São movidos por um circuito elétrico que pode acionar diferentes mecanismos, como a abertura de uma porta ou um sinal sonoro, por exemplo. 

Entenda como funcionam cada um dos 4 tipos de sensores de movimento: 

Acústico 

Sensores acústicos são acionados por meio de ondas sonoras. Ou seja, eles emitem e captam as frequências de ondas sonoras pelo ar. Desta forma, detectam o objeto próximo através do eco provocado pela sua presença. 

Do mesmo modo que os raios infravermelhos, que são invisíveis aos olhos, as ondas sonoras do sensor também não são percebidas pelo ouvido humano

Um exemplo de tecnologia que utiliza esta forma de captação de movimentos são os sensores de estacionamento. São instalados no para-choque dos veículos, e identificam a distância de outros veículos ou obstáculos próximos. 

Infravermelho 

O sensor infravermelho age com base na luz de raios infravermelhos. Invisível aos olhos, a faixa de luz emitida pelo sensor irá detectar o objeto que entrar em sua área de abrangência, acionando o mecanismo.  

Podemos observar este recurso em portas automáticas e também em sistemas anti-furto em grandes lojas, que detectam prontamente se um produto ainda com o lacre de segurança passar pela porta. 

Nestas situações, temos 2 mecanismos de ativação diferentes: o acionamento da abertura da porta, e a emissão do alarme sonoro

Indutivo 

Sensores indutivos fazem a identificação por meio de campos magnéticos, interligados a um circuito elétrico. Ao detectar um objetivo na área do campo magnético, o circuito pode ser configurado para ser aberto ou fechado. 

Sua aplicabilidade possui maior incidência em processos produtivos dentro de fábricas, na detecção de presença ou ausência de materiais metálicos

Capacitivo 

Também utilizado pelas indústrias, os sensores capacitivos se diferem dos demais. Isto porque detectam qualquer tipo de massa, e seu estímulo pode ser físico, químico ou por sinal. 

Seu funcionamento acontece através de uma placa ligada a um oscilador de radiofrequência. Quando ocorre mudança de distância entre a placa e objeto do capacitor, o sinal é acionado. 

Este tipo de sensor possui alta precisão e se destaca pela diversidade de materiais que consegue captar, dentre eles madeira, vidro, papel, plásticos e até mesmo líquidos, por exemplo. 

O mercado oferece estas 4 categorias de sensores para inúmeras finalidades. Ou seja, os detectores demonstram ser muito úteis para otimizar tarefas do cotidiano e contribuir para sistemas de segurança.  

Sensores ativos x passivos 

Dentro dos formatos de sensores disponíveis, ainda há duas subdivisões: os ativos e os passivos, que irão definir os locais mais indicados de instalação dos dispositivos

Sensor de movimento ativo 

Possui dois dispositivos, um emissor e outro receptor da luz infravermelha. Esta emissão e recepção do sinal leva um tempo padrão para acontecer, e caso o sistema identifique uma mudança neste período, o alarme será acionado. 

Na atualidade, sensores ativos mais modernos já são programados para soarem apenas em casos de real necessidade. 

Para exemplificar melhor, você já deve ter presenciado situações ou ouvido falar de alarmes que são ativados por pequenos animais no jardim. Ou até mesmo pela movimentação de folhas em arbustos. A tecnologia já trabalha para a eliminação destes “alarmes falsos”. 

Locais indicados para aplicação de sensores ativos: portas e janelas; portões e muros; portas de elevador; áreas de acesso restrito; terrenos com cerca. 

Sensor de movimento passivo

Ele não realiza a emissão, mas sim a leitura da luz infravermelha. A emissão neste caso ocorrerá pela presença de corpos quentes, que na prática podem ser pessoas ou animais.  

Desta forma, ao identificar um corpo com temperatura maior que o normal no ambiente, o alarme será disparado. Por esta característica, sua utilização atende melhor áreas internas de residências e empresas.  

Locais indicados para aplicação de sensores passivos: salas e quartos; corredores; janelas e portas; ambientes de acesso restrito, por exemplo.  

Sensores de movimento são o mesmo que sensores de presença? 

Apesar de parecem iguais ou parecidos, os sensores de movimento e presença possuem sistemáticas distintas: 

Os sensores de movimento são os infravermelhos, que identificam o calor dos corpos captados e a sua movimentação. Muito utilizados em iluminação automática de áreas comuns, como hall de elevadores de um condomínio ou empresa.  

Os sensores de presença são mais sensíveis que o de movimento. Ou seja, conseguem captar movimentos menores, indicados, assim, para ambientes de pouca movimentação.  

A segurança da sua empresa preparada para o novo normal 

Segurança e tecnologia andam de mãos dadas e estarão ainda mais unidas no mundo pós-pandemia. Sendo assim, trabalhar com um serviço de qualidade irá garantir resultados efetivos. E ainda atender a todas as necessidades do seu negócio. 

Não espere mais: conte com o Grupo Segura para cuidar da segurança do seu patrimônio. Trazemos o que há de mais inovador no segmento para a sua realidade, ou seja, otimizando custos e processos. 

Saiba mais sobre nossos serviços de Segurança Eletrônica clicando aqui.