O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança para Empresas  > Por que a segurança perimetral é importante para o seu negócio?
Por que a segurança perimetral é importante para o seu negócio?

Por que a segurança perimetral é importante para o seu negócio?

Com o aumento da criminalidade não é surpresa que a proteção das empresas esteja em evidência. Mas, você sabe como a segurança perimetral pode ajudar com isso?

Um grande desafio para as empresas é escolher qual a melhor estratégia de segurança para o seu negócio.

Nessa missão a primeira dificuldade enfrentada é a proteção perimetral. O que não é surpresa para ninguém, em vista do grande número de ocorrências relacionadas a transposição de cercas e muros.

Entretanto, é comum que as pessoas busquem uma solução com o objetivo de “apagar um incêndio” antes mesmo de entender a real situação e quais as fragilidades que o seu ambiente oferece.

Como consequência, delitos se tornam reincidentes criando a percepção de que o investimento em segurança não valeu a pena.

Mas tenha certeza de uma coisa: a segurança perimetral tem muito potencial – e não há dúvidas sobre isso – mas não é tão simples como parece. Existem muitos pontos a serem observados antes que a estratégia seja implementada.

Conhecer essas questões vai fazer você entender a importância de criar boas estruturas de proteção em torno da sua empresa, saber diferenciar as opções disponíveis e fazer a melhor escolha. Veja a seguir!

Como resumir o conceito de segurança perimetral?

Em uma definição bem direta, podemos dizer que a segurança perimetral é uma técnica que tem por objetivo criar barreiras de proteção em torno do local de interesse. Sua utilização visa dificultar, inibir e alertar contra o acesso de invasores.

Trata-se da primeira linha de defesa contra o acesso de pessoas não autorizadas em um ambiente e por isso, tem como foco as fronteiras externas, ou seja, os limites dessa propriedade.

Quais são os instrumentos que ela utiliza?

No geral, quando se fala em uma barreira de proteção perimetral as pessoas associam essas fronteiras com muros e outros instrumentos físicos de proteção. O que dá uma visão muito limitada do potencial desse sistema.

Além das barreiras físicas (muros altos, concertinas, cercas, cercas elétricas, etc.), existem 2 outros tipos de barreiras que são consideradas em uma estratégia de segurança perimetral: a tecnológica e a psicológica.

  • Barreiras tecnológicas: envolvem dispositivos de segurança eletrônica, onde ferramentas de monitoramento, câmeras e alarmes são as mais usuais.
  • Barreiras psicológicas: São dispositivos diversos que visam criar a percepção de risco para o criminoso. Na prática ela é feita com a utilização de placas de aviso e alertas de que o local é protegido por câmeras ou ainda com a presença de vigilantes armados no local.

Qual a relação dessa estratégia com a segurança das empresas?

Utilizar-se deste conjunto de ações visa aumentar os níveis de segurança da empresa. Isso porque, as barreiras físicas sozinhas não são suficientes para manter o ambiente protegido.

Afinal, elas são frágeis e de fácil transposição e grande parte das empresas não está preparada para lidar com as ameaças. Em especial quando a extensão da propriedade é grande, a topologia do terreno e a geometria da barreira física tendem a aumentar as vulnerabilidades da empresa.

Por que investir nesse sistema vale a pena?

Quando aplicamos o conceito de segurança perimetral de forma integrada a segurança aumenta. Como resultado, os criminosos não conseguem burlar os três fatores simultaneamente. Assim, a empresa tem mais tempo para conter a violação. Consequentemente, ela pode reagir a agressão antes mesmo que ela aconteça.

Portanto, é um investimento que deve fazer parte da estratégia de segurança de qualquer empresa. Afinal, independente do porte dela é essencial para a sustentabilidade de qualquer negócio diminuir a probabilidade das ocorrências e aumentar a percepção de segurança entre as pessoas que convivem nesse espaço.

O que você deve observar para não errar na escolha

Pense na segurança perimetral como um conjunto de atividades. Além disso, considere outras questões para que ela seja eficiente. Veja quais aspectos que devem estar no seu radar:

  • Analise os riscos para definir as barreiras: Fique atento para que o seu projeto de segurança perimetral tenha uma detalhada análise de riscos. Considere também o entorno e os índices de criminalidade da vizinhança
  • Verifique as restrições e as vulnerabilidades: Questões orçamentárias e até mesmo limitações que o seu projeto arquitetônico apresenta devem ser analisadas. Fachadas que servem como escadas, suportes de lixo encostados no muro, a vegetação e outros erros comuns pedem atenção redobrada
  • Recursos humanos e procedimentos: além da qualidade dos equipamentos, certifique que processos eficientes e pessoas habilitadas estejam à frente dessa operação para garantir a sua efetividade e respostas que estejam à altura das suas necessidades.

Como você pode ver, a segurança perimetral é indispensável para a sua empresa. Assim como o projeto de segurança que deve existir por trás dela.

Se você gostou desse artigo, recomendamos que você não pare por aqui. Para saber como manter sua empresa protegida acompanhe nossas dicas e faça contato com o Grupo Segura.

O Grupo Segura é uma das empresas mais conceituadas do mercado e uma ótima opção para o seu perfil! E você ainda pode solicitar uma avaliação do seu ambiente de segurança, para testar gratuitamente antes de contratar.

ebook tudo sobre segurança eletrônica para empresas