O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança para Condomínios  > Segurança para condomínios: conheça as falhas mais frequentes que expõe moradores a riscos desnecessários
Segurança para condomínios: conheça as falhas mais frequentes que expõe moradores a riscos desnecessários

Segurança para condomínios: conheça as falhas mais frequentes que expõe moradores a riscos desnecessários

Moradores e funcionários precisam colaborar para evitar brechas que podem desestruturar todo o sistema de segurança para condomínios.

Quando se decide morar em um apartamento ou condomínio fechado, entre os fatores que pontuam nesta decisão, certamente está a busca por maior segurança.

Esses ambientes sugerem ser, locais tranquilos para se viver, com maior liberdade e acesso a espaços de lazer seguros e confortáveis.

Para garantir essa sensação, câmeras, sistemas de alarme, porteiros, controles de acesso, concertinas e outros meios são explorados para garantir o sossego dos moradores.

Entretanto, falhas humanas, podem desestruturar qualquer cronograma de normas, comprometer todo o investimento em sistemas de segurança e até mesmo colocar os condôminos em risco.

A segurança para condomínios exige um esforço conjunto entre a tecnologia e os recursos humanos envolvidos.

E o entrosamento perfeito deste conjunto vai depender principalmente de ações preventivas, que implicam em mudanças de atitudes por parte de síndicos, moradores e funcionários.

O primeiro passo para que isso aconteça é identificar estes maus comportamentos, evitando-os para não expor o local a riscos desnecessários.

A fim de ajudar nesta tarefa, criamos um checklist que poderá contribuir muito para identificar possíveis falhas de segurança existentes em seu condomínio. Fique atento.

Falta de comprometimento de moradores e funcionários comprometem a segurança para condomínios

Mesmo que as normas e a tecnologia empregada no condomínio sejam eficazes nos seus processos, ainda assim, vai exigir que as pessoas que ali convivem estejam comprometidas com o seu resultado. Afinal, a falha de um pode comprometer a segurança de todo o grupo.

E isso inclui, por exemplo, a checagem do movimento nas áreas internas do condomínio para constatar que nada está fugindo da normalidade, não transmitir informações e dados de moradores a terceiros, não permitir que entregadores subam para os apartamentos, só abrir os portões depois da identificação do visitante, determinar horários e agendar previamente o ingresso de prestadores de serviço, entre outras atitudes preventivas.

Portarias merecem atenção especial para garantir a segurança devida

As portas de acesso são pontos estratégicos na segurança para condomínios. E locais de grande vulnerabilidade, uma vez que parte dali o acesso a todos os ambientes do prédio.

Mesmo que possa parecer incômodo, qualquer terceiro, e isso inclui as visitas, devem passar por um sistema de identificação.

Essa triagem é importante para impedir que malfeitores aproveitem destas passagens para agir, cometendo furtos e até sequestros.

A inclusão de sistemas de portarias remotas contribui e muito com estes processos. Assim como a presença de porteiros no local. Neste ponto é importante reforçar que estes profissionais não devem deixar seus posto, sem que haja nenhuma outra cobertura nos momentos de ausência.

A não existência de planos preventivos de emergência causa entraves nas tomadas de decisão

Um plano preventivo permite antecipar-se a possíveis problemas, prevendo cenários e atitudes que servirão para detectar, inibir e comunicar qualquer ação suspeita e que fuja das normas pré-estabelecidas.

Além disso, serve para preparar moradores e funcionários para agirem em situações de emergência, evitarem erros e o abandono de seus postos.

Conhecer antecedentes dos funcionários contratados, ter telefones úteis sempre à mão, e treinamentos preventivos são algumas das soluções indicadas, assim como a contratação de uma equipe qualificada e especializada em segurança para desempenhar funções específicas.

25 falhas comuns para comprovar que você não está seguro

Não dar a atenção devida aos arredores do local prejudica a segurança para condomínios

A segurança para condomínios não se restringe às áreas internas do prédio. Muito pelo contrário. Ficar atento a movimentos suspeitos nos arredores, antes de entrar ou sair do condomínio são sempre indicadas para evitar a ação de bandidos.

Dar uma checada para verificar se os funcionários do condomínio estão devidamente posicionados em seus postos é outra atitude recomendada.

Certificar-se porém do correto dimensionamento da segurança nos arredores, vai exigir a ajuda de uma equipe especializada.

Afinal, o manuseio de alarmes e câmeras de segurança exige conhecimentos técnicos específicos para certificar que estarão instalados corretamente, se a iluminação está adequada, se há pontos de risco nas proximidades e outras questões que só uma equipe preparada para isso poderá fazer.

Sistemas de segurança não são devidamente testados e não recebem constante manutenção

Pensar na segurança de um condomínio, hoje, sem contar com os benefícios da tecnologia é quase impossível.

Porém, tão importante quanto a existência destes equipamentos está o correto dimensionamento deles e a realização de frequentes manutenções.

Equipamentos falhos ou desatualizados também podem pôr em risco a vida dos condôminos por não cumprirem de forma eficaz para coibir a ação de delinquentes, que aproveitam destas falhas para burlar o monitoramento existente.

Para evitar estas brechas conte sempre com pessoal especializado, certificando que haverá um estudo prévio das vulnerabilidades e dos graus de risco que o condomínio e seu entorno apresentam, para daí apresentarem as melhores soluções, condizentes ao orçamento disponível e as necessidades apresentadas.

Quando o assunto ė a segurança para condomínios o lema geral é trabalho em equipe. Neste cenário, o esforço individual tem um peso decisivo para manter o elo de segurança sempre ativo. Cabe a cada morador ou funcionário contribuir com o todo, fazendo a sua parte.

saiba mais sobre portaria remota