O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Projetos de Segurança  > O tripé da segurança patrimonial
segurança patrimonial

O tripé da segurança patrimonial

As operações de segurança patrimonial são complexas em seus detalhes, mas simples em sua essência. Conheça agora os seus três fundamentos básicos para escolher melhor os serviços de que necessita.

Serviços de segurança patrimonial  são personalizáveis. Ou seja: eles podem, e devem, se adequar à necessidades do cliente.

Mas existem alguns pontos que são considerados os pilares de uma segurança eficiente, não importa o porte ou o tipo de residência ou empresa protegida.

São pilares indispensáveis, que garantem a proteção do patrimônio de três formas distintas e complementares.

Eles também são importantes no planejamento e na execução dos serviços. Veja agora quais são as pontas deste tripé, e alguns detalhes de cada etapa que ajudarão você a fazer as escolhas certas.

Segurança estrutural

A estrutura física é a primeira barreira que auxilia na segurança do patrimônio, reduzindo a exposição a riscos com baixo investimento.

No entanto, é importante ter em mente que ela é apenas a base de todo um trabalho posterior. Por isso é interessante que ela possa ser analisada por profissionais de segurança já na fase de construção, se possível.

Muros

O material utilizado tem influência não apenas na aparência, mas também no nível de segurança proporcionada .

Um bom muro deve, primeiramente, ser resistente a tentativas de invasão. É para isso que ele é feito! Além disso, ele possui a vantagem adicional de bloquear a visão, garantindo ainda mais segurança e privacidade.

Grades e cercas

Quando não é possível construir muros, uma boa alternativa é cercar o terreno com grades de ferro. Quanto mais espessas, mais segurança é proporcionada.

Cercas de vidro, ao contrário do que pode parecer, também não melhoram apenas a aparência, mas também a segurança do imóvel. Isso porque elas impõe bastante dificuldade a tentativas de escaladas.

Porém, pela necessidade de esquadrias reforçadas de aço ou alumínio, e vidros temperados sob medida, o custo é muito superior às demais opções.

Se for este o problema, na outra ponta está uma solução barata, apesar de esteticamente não tão atraente. O arame farpado helicoidal (ouriço), instalado sobre muros e grades, tem um visual agressivo o suficiente para afastar qualquer pessoa mal-intencionada!

Segurança eletrônica

Coração da segurança patrimonial, é em torno da segurança eletrônica que giram os outros dois pilares.

A segurança eletrônica tem três objetivos:

  • Inibir ações criminosas;
  • detectar intrusões;
  • comunicar ocorrências.

As tecnologias utilizadas se dividem em quatro tipos.

Controle de acesso

O controle de acesso físico bloqueia ou permite a entrada de pessoas não autorizadas em qualquer recinto, por meio de senhas, biometria ou tags.

CFTV

Com o Circuito Fechado de Televisão as imagens captadas podem ser monitoradas em tempo real ou gravadas, permitindo a cobertura de diversos ambientes simultaneamente.

Alarmes

Os alarmes são até hoje o mais conhecidos e popular método de segurança. Sensores identificam presenças indesejáveis acionando as sirenes. Os alarmes também podem ser acionados manualmente em caso de situações de risco. Tudo para inibir ações criminosas.

Central de monitoramento

Todos os dados adquiridos do controle de acesso e do CFTV, além dos relatórios e chamados de botões de pânico ou acionamento de alarmes, são recebidos pela central de monitoramento.

É nela que as informações são analisadas para a rápida tomada de decisões.

Profissionais de segurança patrimonial

Se a estrutura é o pilar basilar e a segurança eletrônica é o pilar central da segurança patrimonial, os profissionais, recursos humanos, são o pilar mais importante, pois os primeiros não funcionam sem sua presença.

Os profissionais cumprem constantemente rotinas e procedimentos que exigem uma postura atenta constantemente.

Um bom profissional de segurança deve conhece e sabe lidar com cada uma das situações que podem produzir indicativos de riscos no local da operação.

A presença humana ainda é a melhor forma de detectar, analisar e resolver situações como portões abertos que deveriam estar fechados, luzes acesas que deveriam estar apagadas, barulhos suspeitos, identificação de pessoas estranhas, atitudes de risco e outros detalhes que não escapam ao olhar treinado do profissional.

Mas há um item que os recursos materiais realmente não estão nem perto de superar: a capacidade de reação. Por isso, sempre que puder, conte com profissionais de carne e osso. Na hora de lidar com sinistros, não há nada como poder contar com um bom profissional.

O Grupo Segura conta com um corpo técnico de profissionais capacitados, com mais de 20 anos de experiência.

Para você ter a certeza de que estará sendo atendido por pessoas da mais alta qualidade técnica!

E para comprovar, estamos oferecendo pra você um projeto de segurança completo e totalmente gratuito do ambiente de segurança existente em sua empresa.

 

25 falhas comuns para comprovar que você não está seguro