O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança  > Incêndio na empresa, quais estratégias adotar para prevenir?
incêndio na empresa

Incêndio na empresa, quais estratégias adotar para prevenir?

A atenção às formas de combate ao fogo dentro de estabelecimentos – sejam eles comerciais, indústrias ou escritórios – é de suma importância. Além do risco à vida, incêndios podem causar enormes prejuízos materiais. Mas não se assuste! Eles podem ser evitados por medidas de prevenção, detecção e combate, e lhe contaremos a seguir as estratégias ideais a serem adotadas  

A implantação de métodos de prevenção de incêndios na empresa é tão relevante quanto os que definem o modo de eliminá-los. Uma equipe bem preparada para este tipo de ocorrência pode evitar que pequenos inícios de fogo transformem-se em uma grande tragédia.

Dados da Allianz Global Corporate & Specialty (AGCS) indicam que incêndios e explosões são a causa principal de perdas de patrimônio e um dos riscos que mais aterrorizam corporações.

Segundo pesquisa do Instituto Sprinkler Brasil (ISB) realizada em julho de 2019 com empresas nacionais e multinacionais, 77% delas entende o risco de incêndio como um ponto muito importante. 85% dos pesquisados dizem saber com clareza qual seria o impacto gerado por um incêndio em seus negócios, e 30% já foram afetados por um.

Quando questionados sobre os maiores investimentos relacionados à segurança, as áreas mais citadas são: Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) com 49%, Prevenção e Combate a Incêndio com 32%, Segurança Patrimonial com 13% e por fim, Meio Ambiente com 7%.

Prevenção de incêndios na empresa – medidas necessárias

Um plano de prevenção a incêndios pode envolver diversos quesitos. 

O passo inicial é seguir corretamente os procedimentos estabelecidos na Norma Regulamentadora 23 do Ministério do Trabalho, voltada à Proteção Contra Incêndios. E também as leis vigentes do município e do estado.

Um ponto que despende atenção são as instalações prediais. Ou seja, tanto sua conservação como manutenção devem estar em dia.

Fusíveis e disjuntores são exemplos de proteção para instalações elétricas. Precisam estar sempre em perfeito funcionamento, para evitar princípios de incêndio por descargas de curto-circuito. Não se esqueça também de checar possíveis vazamentos de gases.

Deve-se garantir também o controle de manutenção de máquinas e outros equipamentos. Materiais combustíveis e inflamáveis precisam estar mapeados e serem manuseados com cuidado redobrado.

Além disto, muitas vezes ações simples podem fazer total diferença na prevenção à incêndios. A seguir destacamos algumas delas:

  • Desligar todos os equipamentos elétricos, em todos os setores, ao final do expediente;
  • Evitar a utilização de tomadas do tipo “T” e extensões, que podem causar curtos-circuitos e consequentemente grandes incêndios;
  • Manter produtos químicos, como álcool, afastados de fontes de calor;
  • Preservar a organização em lugares como depósitos e áreas destinadas para utensílios de limpeza. Panos, estopas e flanelas embebidos em óleos ou graxa devem ser guardados em local específico e seguro.

Monitoramento eletrônico em princípios de incêndio

O serviço de Segurança Eletrônica do Grupo Segura é capaz de realizar o monitoramento eletrônico de alarmes. Isto possibilita a rápida ação em caso de incidentes.

Através da Central de Monitoramento, o Sistema de Detecção de Alarme de Incêndio é observado durante período integral – 24 horas por dia.

Este acompanhamento é realizado seguindo os parâmetros das normas estabelecidas na ABNT NBR 17240:2010. A diretriz determina que a central precisa estar em lugar de fácil acesso. Como sala de controle, portaria central ou sala de bombeiros.

O monitoramento deve acontecer de forma remota ou local, por operantes treinados.

Adequação e treinamento de pessoal

A lei determina que empresas com mais de 20 funcionários devem possuir uma equipe de brigada de incêndio, formada por colaboradores treinados.

A capacitação da equipe pode ser realizada por engenheiros ou técnicos em Segurança do Trabalho. Nesse sentido, empresas maiores normalmente criam um setor exclusivo para o treinamento e preparação da brigada.

Os colaboradores treinados possuem o conhecimento de como prevenir sinistros dentro da organização. Devem estar preparados para saber como agir em princípios de incêndio, focos de fogo, e como utilizar equipamentos como extintor.

Portanto, dominam também os métodos de preservação e salvamento de vidas, como técnicas de primeiros socorros, instruções para evacuamento de áreas e planos de rotas de fuga.

Mas, não se esqueça: a comunicação e conscientização dos demais colaboradores é um fator muito importante!

A efetividade da implantação dos procedimentos de segurança para prevenção de incêndios depende de todo um trabalho em equipe. Sendo assim, as normas devem ser claras e compartilhadas com todos os setores.

Portanto, os planos de emergência devem ser divulgados e podem agregar conhecimento através de palestras, materiais informativos, etc.

Preparação dos profissionais do Grupo Segura para combate a incêndios

Os profissionais de segurança do Grupo Segura recebem a formação de vigilante. O curso abrange em sua grade curricular noções técnicas – teóricas e práticas – de prevenção e de combate a incêndios.

Assim como a capacitação das ações e providências a serem tomadas em caso de sinistros, como a evacuação de prédios.

Este treinamento exige renovações de dois em dois anos, em que os profissionais passam por uma espécie de reciclagem. Desta forma, atualizam-se sobre as orientações e protocolos de segurança.

Além disto, a Segura promove treinamento interno da equipe, em que capacita seus profissionais de acordo com a necessidade do cliente.

Passam por toda uma imersão dentro da realidade e estrutura de cada empresa. Ou seja, inteirando-se sobre o programa interno de combate ao incêndio e manuseio da central.

Em caso de sinistro, prestam as ações iniciais de combate ao incêndio. Portanto, muitas vezes o nível de preparação deste profissional pode salvar todo um patrimônio.

O diferencial de um serviço completo

Com o Grupo Segura, você usufrui da expertise em dois ramos do segmento de segurança: a vigilância e a tecnologia.

Vigilantes intensamente capacitados para o desempenho extremo em detectar, comunicar e inibir possíveis ocorrências, como focos de incêndio.

Somando às soluções tecnológicas da segurança eletrônica, que permitem total controle e supervisão das áreas de uma empresa. Garantimos assim, eficiência completa na proteção de pessoas e ao patrimônio.

Além do ótimo custo benefício, proporcionando redução de gastos com seguros. Ou seja, o serviço torna-se muito mais ágil e preciso.

Conte com o Grupo Segura para encontrar o recurso ideal para a proteção da sua empresa!