O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança Eletrônica  > Equipamentos de segurança eletrônica podem se tornar um problema para sua empresa
Equipamentos de segurança eletrônica podem se tornar um problema para sua empresa

Equipamentos de segurança eletrônica podem se tornar um problema para sua empresa

Os equipamentos de segurança eletrônica são apenas parte daquilo que deve ser usado para garantir a proteção de uma empresa. Saiba como criar um conjunto perfeito!

Se você deseja proteger a sua empresa de furtos e invasões, certamente já pensou na possibilidade de instalar equipamentos de segurança eletrônica nesse ambiente.

Pois saiba que você não está errado na sua intenção. A tecnologia existe e está aí para isso.

O problema é que nenhum aparelho, quando pensado de forma isolada, é capaz de garantir que uma empresa esteja completamente segura.

Isso porque, cada detalhe de um ambiente pode fazer uma diferença estrondosa nos níveis de proteção que ele exige para se manter seguro.

Portanto, a instalação, a experiência dos profissionais e os procedimentos são alguns dos detalhes que devem complementar essa estratégia. E você pode aprender a usar tudo isso a seu favor. Que tal agora?

Criando o sistema de segurança perfeito

Estratégias que combinem equipamentos de segurança eletrônica, pessoas e procedimentos são muito eficientes e imprescindíveis para qualquer empresa. E isso só reforça a importância de entender a fundo como esse conjunto deve funcionar para que os resultados garantam a qualidade em todos os seus aspectos.

Levando em conta essas variáveis entenda como criar um sistema de segurança perfeito:

Antes da instalação, realize uma análise de risco

Projeto de análise de segurança
A instalação dos equipamentos de segurança eletrônica devem ser precedidos de uma minuciosa análise dos riscos do local. Neste momento, uma equipe especializada deve selecionar de forma criteriosa os ativos a serem protegidos e analisar as vulnerabilidades encontradas.

Somente depois de finalizada essa avaliação que será possível indicar as soluções mais adequadas a essa realidade. Podemos exemplificar o fato com um estabelecimento comercial onde o risco é considerado baixo. Para ele, câmeras monitoradas com o armazenamento das imagens pode ser o suficiente. Enquanto isso, locais onde o risco é mais elevado podem exigir, além da segurança eletrônica, vigilantes armados em tempo integral.

Conheça os equipamentos de segurança eletrônica

Mesmo a mais alta tecnologia pode perder a sua efetividade caso for instalada da forma errada. Por isso, muito mais do que equipamentos, a segurança exige conhecimento técnico e experiência para ser operada.

Muitas ocorrências podem acontecer por falhas nos equipamentos, ou ainda, quando esses são mal dimensionados. Opte portanto, por empresas que trabalhem com equipamentos de ponta, mas tenham uma visão holística de todo o processo.

Exija a existência de procedimentos de segurança

Depois que os equipamentos de segurança eletrônica e as normativas foram estabelecidas, muitas pessoas acreditam que o seu trabalho acaba por aí. O que não é verdade. Até porque, para que uma rotina de procedimentos seja instaurada ela precisa da cooperação de todos. E a criação dessa cultura deixa tudo mais complexo.

Para certificar que ela acontecerá na prática é preciso formalizar essas condutas e dar validade legal à elas. Treinar os envolvidos é parte essencial nesse processo, tal qual a cobrança e as eventuais punições para quem descumprir as regras.

Não descuide com a manutenção do sistema

Por mais tecnologia que esteja empregada nos equipamentos de segurança eletrônica é essencial que o sistema passe por manutenções periódicas. São elas que vão garantir a longevidade dos equipamentos e manter a sua eficácia.

Nessa realidade é importante lembrar que tanto a manutenção preventiva quanto a corretiva são importantes. A primeira deve ser feita quando os equipamentos ainda estão funcionando, visando que permaneçam dessa forma. Enquanto isso, a corretiva, deve ser feita para corrigir um problema já existente. Em adição, fique atento para que os equipamentos contratados sejam normatizados e a empresa contratada ofereça serviços de suporte prevendo tais situações.

Se você quiser aprofundar ainda mais seus estudos sobre os serviços e os equipamentos de segurança eletrônica voltados às empresas, recomendamos nosso ebook completo sobre o assunto!

ebook tudo sobre segurança eletrônica para empresas