O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Grupo Segura  > Dia do Trabalhador e o compromisso do Grupo Segura
trabalhador

Dia do Trabalhador e o compromisso do Grupo Segura

1º de maio é comemorado o Dia Mundial do Trabalho, data que homenageia colaboradores em diversos países do mundo

A origem do dia dedicado ao trabalhador ocorreu há mais de 130 anos, em 1886, com o movimento grevista de trabalhadores norte americanos.

A luta da época tinha o objetivo de conquistar o direito de 8 horas de jornada de trabalho.

O protesto não foi nem um pouco pacífico, ou seja, resultaram em muitas pessoas feridas e algumas mortes.

A força e importância do acontecimento então, três anos depois, motivou a declaração da data comemorativa.

Atualmente nos Estados Unidos o Dia do Trabalhador é comemorado na primeira segunda-feira de setembro.

Aqui no Brasil, 1º de maio tornou-se feriado nacional em 1924. Inicialmente, a data foi marcada por greves e manifestações, mas aos poucos foi tomando caráter mais festivo.

Hoje é marcada por confraternizações nas empresas. Portanto, é um dia para comemorar a dedicação e esforço dos trabalhadores, que são peças fundamentais para o sucesso de negócios, produtos ou serviços.

Transformações na jornada do trabalhador

Ao longo da história, diversos acontecimentos modificaram concepções ligadas ao trabalho. Desde a invenção da roda até o avanço tecnológico, muitos elementos contribuíram para transformações significativas sobre o entendimento e a importância do trabalho.

Por muitos períodos da história, por exemplo, o trabalho era visto como algo não honroso, que cabia a classes subalternas, como os escravos.

Mas com o passar do tempo, e a transição por diferentes períodos de sua evolução, o homem começou a compreender o trabalho de outras formas.

Durante o Regime Feudal, o trabalhador passou de escravo para servo, como eram chamados os que produziam o sustento, e que respondiam ao senhor feudal com fidelidade e obediência.

Mais tarde, com o desenvolvimento das sociedades, valorização das artes e da ciência, seguida pela chegada da Revolução Industrial, o trabalho começa a ser valorizado e encarado com outra mentalidade.

Realidades como o sistema fabril mecanizado, aumento de produção, crescimento urbano e a produção capitalista consolidada, contribuíram para um novo dinamismo do mercado de trabalho.

A partir daí, surgem conceitos de linhas de produção (como o Taylorismo e o Fordismo) e a necessidade de se pensar em diferentes formas e modelos de trabalho.

De lá pra cá, muitas mudanças ocorreram 

Hoje o mercado e a economia trazem diferentes cenários e realidades para o trabalhador.

Os perfis profissionais tornam-se cada vez mais capacitados, qualificados e com maior poder de decisão.

Os direitos trabalhistas, empresas e sindicatos movem-se juntos, a partir de então, para buscar maneiras de solucionar problemas e desafios, tanto individuais como coletivos.

E assim garantir definições justas relacionadas a férias, jornada de trabalho, remuneração, planos de cargos e salários, transporte, e diversas outras necessidades.

Ou seja, sempre com foco na saúde, segurança e produtividade do trabalhador.

Modalidades de trabalho

As modalidades de trabalho definem os direitos e obrigações do trabalhador para cada tipo de contrato, deixando claro para ambas as partes quais as suas responsabilidades.

Atualmente existem diversas categorias de trabalho, muitas criadas e regulamentadas recentemente pela legislação trabalhista.

Adequações à realidade e necessidades do mercado

Os contratos de trabalho tem flexibilidades que ajudam diferentes categorias, dentro desse contexto eles podem ser segmentados nas seguintes modalidades:

Tempo determinado e indeterminado

Contratos determinados são aqueles com data de início e fim, não deve ultrapassar dois anos de trabalho neste formato.

Já os contratos com tempo indeterminado correspondem ao tipo mais utilizado pelas empresas. Ele não possui data de encerramento do vínculo trabalhista.

Temporários e eventuais

As contratações temporárias são aquelas em que o cumprimento do trabalho tem prazo determinado, com vínculo empregatício. O prazo pré-estabelecido é de 3 meses, com a possibilidade de prorrogação por mais seis meses.

O trabalho eventual é a modalidade que não gera vínculo empregatício. É destinada ao trabalhador que presta serviços esporádicos.

Home office

É a modalidade em que o colaborador presta serviço por meio de tecnologias da informação e comunicação. Essa prática ocorre fora das dependências da empresa, com a possibilidade de ida até a empresa em dias específicos.

Intermitente e parcial

O contrato de trabalho intermitente tem como principal característica a não continuidade dos trabalhos. Ou seja, a prestação de serviço ocorre de forma alternada, entre períodos de atividade e inatividade.

O trabalho parcial possui um período inferior ao semanal de 40 horas. Nesse sentido, os dias de atividade são estipulados no contrato.

Terceirizados e autônomos

O trabalhador terceirizado tem seu contrato estabelecido de empresa para empresa. Portanto, a empresa contratada é a responsável pelo pagamento de funcionários que não são subordinados a empresa contratante. Não há a necessidade de um prazo, sendo que este é determinado pela empresa contratada.

O autônomo é aquele que não gera vínculo empregatício, sendo apenas um prestador de serviço. Pode ser realizado de forma eventual, não contínua.

Estagiários e, trainee

O estagiário tem o objetivo de desenvolver e colocar em prática o que está aprendendo em sala de aula. Sendo assim, o estagiário precisa estar vinculado a uma instituição de ensino. No contrato é determinado a quantidade de horas e dias trabalhados, não podendo ultrapassar 30 horas semanais.

Já o trainee é voltado aos recém-formados. Eles passam por um período de experiência na empresa, com ou sem um tempo determinado.

Portanto, o trainee difere-se do estagiário por estar diretamente ligado a empresa contratante.

Os colaboradores do Grupo Segura

O Grupo Segura atua no mercado desde a década de 90, quando iniciou seus serviços com Vigilância, oferecendo um trabalho qualificado e personalizado alinhado às necessidades dos clientes.

Com o tempo, novos serviços foram incorporados, como o de asseio e conservação. Ampliando seu quadro de funcionários, tornou-se uma das empresas mais conhecidas em seu segmento.

Ao se inserir no ramo de serviços de segurança eletrônica, trouxe para o mercado, diversas novidades tecnológicas em sistemas de monitoramento, com uma equipe altamente capacitada.

Atualmente o Grupo Segura conta com um quadro de mais de 550 funcionários, distribuídos em duas sedes: Blumenau e Joinville.

A cultura da empresa é baseada em princípios sólidos de confiança e valorização do capital humano. Princípios que norteiam todas as ações e estratégias do Grupo Segura.

Este ideal também é refletido na Política de Qualidade, que compreende a valorização das pessoas e o investimento na formação e desenvolvimento de seus colaboradores.

O Grupo Segura deseja a todos os seus colaboradores – profissionais da segurança e vigilância, porteiros, limpeza e conservação, serviços administrativos, motoristas, telefonistas e recepcionistas – um feliz Dia do Trabalhador!