O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Condomínio  > Boas práticas de segurança para o delivery em condomínios
delivery em condomínios

Boas práticas de segurança para o delivery em condomínios

Com o atual cenário de pandemia do coronavírus (covid-19), a demanda pelos serviços de entrega, o chamado delivery, tem crescido exponencialmente.

Você pode observar: em condomínios, a chegada constante de entregadores de delivery é uma realidade.

Durante o período de quarentena, em que precisamos ficar em isolamento social dentro de casa sozinhos ou com a família, as pessoas buscam ainda mais pela praticidade no dia a dia.

Uma vez que assumem diversas tarefas como trabalho a distância, cuidado com as crianças e execução da limpeza e organização dos ambientes.

Mesmo antes da pandemia, os serviços delivery já vinham ganhando cada vez mais o mercado.

Com as facilidades de aplicativos e promoções constantes, como o Ifood, o consumidor está constantemente exposto a ofertas e oportunidades a um clique de distância, literalmente na palma de suas mãos.

Afinal, quem perderia a chance de ter seu jantar entregue prontinho em minutos, depois de um dia super agitado e corrido, ao invés de chegar em casa cansado e ainda precisar planejar as refeições dos filhos e da família?

As opções são inúmeras, e não só de lanches e refeições. Grandes redes de supermercados e farmácias já disponibilizam a opção de pedido online delivery.

Outro app popular de delivery é o Rappi, que possui serviço de entrega sob demanda, de produtos como bebidas, artigos de pet shop, eletrônicos, e diversos outros.

Este tipo de serviço tornou-se essencial na rotina do mundo moderno e agora ainda mais durante a quarentena.

Mas para o seu bom funcionamento, precisamos tomar certos cuidados em relação à segurança durante o recebimento de pedidos.

Entrega com segurança em condomínios

Nestas condições, os condomínios precisam adotar regras e práticas que mantenham o controle do fluxo de moradores, atendendo as entregas de forma segura.

Estas medidas visam garantir a qualidade de vida e segurança do condômino e do profissional que está exercendo o seu trabalho de entregador.

Da mesma forma que o morador não conhece a pessoa responsável pela entrega. Esse profissional pode ser o funcionário da empresa ou um motoboy freelancer. O entregador também não está familiarizado com o local do seu destino.

Neste momento, regras bem estabelecidas irão contribuir para que a dinâmica aconteça de forma prática e rápida para ambos. 

Conforme a realidade de cada edifício, deve-se adaptar o procedimento padrão. Existem ambientes com portaria monitorada 24 horas, locais com presença de porteiro por determinado período do dia, e até mesmo lugares com inexistência de portaria vigiada, apenas com portão de acesso controlado.

A importância do regimento interno

O primeiro passo para o estabelecimento e oficialização das regras é a elaboração de um regulamento interno. Este pode ser denominado “Código de Convivência Segura”.

Este material, de conhecimento geral e discutido em assembleia de condomínio. Ele irá descrever como o recebimento de encomendas deve ser realizado.

Deixando claras todas as orientações, tanto para moradores como para funcionários. O documento deve ser compartilhado pelo responsável pelo edifício – administrador, síndico, porteiro ou zelador.

Uma vez que os procedimentos estão claros e decretados, todos devem segui-los e estarem cientes da sua importância.

O engajamento, compreensão e trabalho em equipe de todos os envolvidos é fundamental. Essa dinâmica determinará o bom funcionamento das dinâmicas determinadas.

Como orientar e educar os moradores

A segurança estar sempre em primeiro lugar é algo indiscutível. Mas muitas vezes, os inquilinos podem relaxar ou até mesmo esquecer de alguns procedimentos.

O reforço das normas é tão imprescindível quanto o seu estabelecimento. Aí está o desafio do síndico, ou pessoa responsável pelo condomínio.

A criação de rotinas pode levar um tempo de adaptação, mas uma vez firmada, irá aos poucos educando os moradores.

Nesta etapa, é de suma importância que se inicie e termine cada procedimento, sempre da forma correta, não esquecendo de nenhum detalhe.

Como em uma grande família, os condôminos fazem parte de uma comunidade. E viver em comunidade exige disciplina.

Recomendações e dicas importantes

Permitir a entrada de entregadores sem identificação dentro do condomínio, por serem pessoas desconhecidas, pode pôr em risco a segurança dos inquilinos. O indicado é que se exija um documento com foto ou a apresentação do crachá da empresa.

Outra desvantagem desta prática é que o entregador terá que procurar pelo número do apartamento, subir e descer de elevador ou escadas. Isto fará com que o tempo da entrega leve muito mais tempo. Ou seja, da margem para o desencontro de informações – ir para o apartamento ou andar incorreto, por exemplo.

Para evitar estes desencontros e prevenir situações indesejadas, o ideal é que o acesso aos apartamentos seja proibido. O ideal é que o recebimento das mercadorias seja realizado pelo portão ou portaria.

Uma vez que o cliente informa seu telefone de contato no pedido, o entregar pode acessá-lo e avisar o momento da sua chegada para retirada.

Nos próprios aplicativos de pedidos online o entregador e a empresa tem a possibilidade de conversar por um chat com o cliente. Esta ferramenta auxilia na comunicação, tornando a entrega mais ágil e sem o desencontro de informações.

Evite situações de risco! 

Algumas dicas de segurança podem colaborar para isto: 

  • Os porteiros, vigilantes, zeladores e equipe de limpeza devem conhecer todos os moradores. Dessa forma uma pessoa estranha nas dependências do condomínio será mais facilmente percebida;
  • Não fornecer informações sobre qualquer morador, independente de quem seja;
  • Existência de um telefone público na portaria, ou próximo a ela, para emergências;
  • Instalação de compartimentos com portas no estilo de “caixa postal” no condomínio. Isso facilita o recebimento de encomendas que não necessitam de recebimento presencial;
  • Horários pré-determinados e pré-agendados para entrada de prestadores de serviço dentro do condomínio, e estes estarem sempre devidamente acompanhados;
  • Realizar o primeiro contato com o visitante/entregador com o portão fechado, e só abrí-lo depois da identificação do mesmo;
  • Utilizar a tecnologia ao seu favor: a automatização de portas e portões, assim como a instalação de interfones, porteiro eletrônico, alarmes, sensores de presença e circuito interno de vigilância podem contribuir muito para a segurança do seu condomínio;
  • Manter as áreas externas do condomínio sempre bem iluminadas durante a noite;
  • Manter o síndico ou zelador informado sobre as temporadas de férias ou afastamento por qualquer motivo (como viagem de trabalho, por exemplo). Com isso será possível proibir o acesso de estranhos durante o período.