O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Limpeza e Conservação  > Coronavírus: higiene é fundamental
coronavírus

Coronavírus: higiene é fundamental

O avanço do coronavírus (Covid-19) tem deixado muita gente apreensiva. No Brasil, a expectativa é que o número de infectados aumente em progressão geométrica, como ocorreu em outros países. Mas o que você pode fazer para se proteger?

O mundo assiste com apreensão ao avanço do coronavírus (Covid-19). 

Países vêm tomando medidas extremas para tentar conter a transmissão.

Do fechamento de fronteiras, às imposições de quarentenas, as medidas são muitas para que o número de pessoas infectadas seja o menor possível.

Num cenário como esse, todo esforço é bem-vindo, afinal, o coronavírus tem potencial para, literalmente, colapsar sistemas públicos de saúde em todo o mundo. 

Mas o que podemos fazer?

Dicas simples de limpeza e conservação podem proteger você e sua família.

O que é o coronavírus?

O coronavírus integra uma “família de vírus” que causa, infecções respiratórias

Ele foi descoberto, oficialmente, em 31 de dezembro de 2019, após um pico de casos registrados na China

Transmissão

Embora ainda não se saiba em definitivo todas as formas possíveis de contágio, é certo que o coronavírus é transmitido via gotículas respiratórias (espirro, tosse) ou contato (aperto de mão, toques).

De acordo com o Ministério da Saúde, “pessoa que tenha contato próximo (cerca de 1m) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infecção”.

Tocar objetos ou superfícies contaminadas, como corrimão de escadas, maçanetas, apoios de transportes públicos também gera contágio. Eis a importância da limpeza, nesses ambientes públicos, ser feita com da maneira adequada e com os produtos certos!

Quais sintomas ele provoca?

Os sintomas do coronavírus é semelhante aos de uma gripe ou resfriado

Os mais comuns são: febre, tosse e, em alguns casos, dificuldades para respirar.

Público mais vulnerável

Idosos, pacientes oncológicos (em tratamento contra o câncer), imunodeprimidas e pessoas com doenças crônicas consideradas graves – como cardiopatias – são os mais vulneráveis

Crianças, jovens e adultos saudáveis não fazem parte do grupo de risco.

Taxa de mortalidade

Enquanto em pessoas com até 39 anos a taxa de mortalidade do coronavírus é de 0,2%, em idosos essa taxa chega a 14,8%.

Dicas para proteger você e sua família

– Cronograma de limpeza

Mantenha um cronograma de limpezas em sua casa, ambiente de trabalho, condomínio. Coronavírus não combina com água e sabão! 

No caso de ambientes mais movimentados, como bancos, plataformas de ônibus ou estações de metrô, a limpeza deve ser constante, e feita por profissionais qualificados

– Produtos inapropriados

Nos locais de grande circulação, economizar com limpeza sai caro

Nem sempre o produto de limpeza que as pessoas mais gostam é o melhor ou o mais adequado para aquele determinado ambiente. 

É por isso que, cada vez mais, empresas em todo o mundo terceirizam os serviços de limpeza e conservação, deixando essa tarefa pra quem realmente entende do assunto.

Só um especialista pode determinar qual é a melhor técnica e o melhor produto a ser aplicado naquele local – de modo que a higiene prevaleça por mais tempo.

– Evite multidões

Outro conselho importante é evitar ambientes onde há aglomeração de pessoas

Quem puder ficar em casa deve ficar. 

Alguns Estados estão antecipando as férias escolares para conter as transmissões entre alunos, professores e familiares.

Em outros, eventos públicos estão suspensos.

Mudança de hábito

– Abra as janelas

Mantenha todo e qualquer espaço que puder com portas e janelas abertas. Sistemas de ar condicionados não são eficientes para “filtrar” o vírus.

Em transportes coletivos, como ônibus, vans e semelhantes, a regra é a mesma: janelas abertas, sem exceções.

– Faça exercícios 

Manter uma rotina de exercícios ajuda a fortalecer o sistema imunológico. 

Como todos sabem, quanto mais o sistema imunológico fica fortalecido, melhor preparado ele está para enfrentar infecções bacterianas, virais, fúngicas.

– Alimentação equilibrada

Aliada dos exercícios físicos, a alimentação equilibrada também tem impacto direto na manutenção de uma boa saúde.

Frutas, legumes, vegetais verdes escuros e alimentos fonte de ômega-3 podem ser priorizados. E que tal optar pelos alimentos integrais, começando pelo arroz? 

Alho e própolis também podem entrar mais no seu cardápio: eles são reconhecidos como anti-inflamatórios naturais.

– Hidratação

Corpo hidratado é outro fator que impacta diretamente na sua imunidade. 

Isso ocorre porque a água auxilia na eliminação de resíduos tóxicos, deixando o organismo como um todo mais sadio. 

Mas qual é a quantidade de água ideal que devemos beber? 

Isso varia de pessoa para pessoa. 

A recomendação é que seja 35ml por quilo de peso. 

Por exemplo: uma pessoa com 60kg precisa ingerir 2100ml de água, em média.

– Na dúvida, busque ajuda

Por mais equilibrada que seja a sua alimentação, por melhor que seja a hidratação, ou ainda que você mantenha uma boa rotina de exercícios, mesmo assim, todos permanecem vulneráveis ao coronavírus. 

Uns mais, outros menos.

Caso apresente alguns dos sintomas mais comuns da doença (que mostramos acima), a orientação é uma só: buscar ajuda médica.

Lembrando que, de acordo com o Governo Federal, 90% dos casos de coronavírus podem ser tratados nos postos de saúde

Logo, ao invés de ir a um hospital, ou emergência da sua cidade – que deverão ficar com os casos mais grave -, vá ao posto de saúde mais próximo de casa!

App do Ministério da Saúde

E por fim, para sanar dúvidas sobre o assunto – é natural que novas questões apareçam a cada dia -, o Ministério da Saúde também criou um aplicativo com informações oficiais e orientações

O app, que já está disponível para download em celulares Android e Iphone (IOS), indica quando é necessário buscar ajuda médica e a unidade de saúde mais próxima.