O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança para Empresas  > Tecnologia e segurança: proteja sua empresa de roubos, invasões e outros danos
Tecnologia e segurança: proteja sua empresa de roubos, invasões e outros danos

Tecnologia e segurança: proteja sua empresa de roubos, invasões e outros danos

Para que a combinação de tecnologia e segurança cumpra o seu papel e seja efetiva, os procedimentos utilizados e as pessoas envolvidas precisam estar em sintonia.

Imagine que você é o mais novo funcionário de uma empresa. Em seu primeiro dia de trabalho, nem é preciso que você se identifique na portaria.

Você apenas olha para a câmera e em segundos os portões se abrem para você.

Para passar de um departamento para o outro a mesma coisa. Com sua digital as portas se abrem e seu acesso é liberado.

Aposto que aí na sua mente, você está se imaginando em um cenário um tanto quanto futurista, correto?

Mas, viver uma situação como esta pode ser bem mais comum do que você pensa.

Não se surpreenda se você esbarrar com toda essa tecnologia no seu dia a dia no trabalho.

Afinal, para acompanhar as novas táticas dos criminosos, tecnologia e segurança têm andado de mãos dadas.

E é um pouco sobre essa parceria que irei abordar nesse artigo.

Portanto, se você é um curioso na área de tecnologia e segurança, vai gostar de conhecer algumas novidades.

Elas prometem não apenas proteger a sua empresa contra roubos, mas também, de invasões e outros danos. Veja como isso tudo pode se tornar uma realidade no seu cotidiano.

Novidades que misturam tecnologia e segurança empresarial

Reconhecimento facial

O uso de técnicas de reconhecimento facial em produtos eletrônicos estão sendo amplamente utilizadas para diversos fins.

Como técnica de controle de acesso, basta que a pessoa se apresente e em segundos sua face é reconhecida e o seu acesso é liberado.

Entre os benefícios apresentados está a agilidade. Que elimina a vulnerabilidade das pessoas nos portões.

Tecnologia mobile

Com o avanço da tecnologia móvel, as pessoas ganharam novos aliados para se proteger e vigiar suas empresas a distância.

Da tela de smartphones e tablets hoje é possível ativar e desativar alarmes e câmeras de monitoramento. E acompanhar tudo o que acontece nestes ambientes, em tempo real.

Portaria remota

A tecnologia, implantada nas portarias de condomínios/empresas, funciona como uma espécie de interfone, com áudio e imagem.

Ao invés do contato face a face, o visitante conversa com o porteiro de dentro de uma cabine, muitas vezes blindada. O contato pode ser estabelecido com o acionamento do interfone ou por celular.

Circuito fechado de Tele Visão (CFTV)

Os circuitos de TV são, no geral, ainda uma arma muito poderosa para identificar suspeitos.

Com o avanço da tecnologia, as câmeras ficaram muito mais poderosas.

Hoje é possível ter uma visão muito mais abrangente do espaço, chegando a 360 graus. Sem contar na alta resolução (HD, Full HD e já em 4K). Que permite gravar imagens e ampliá-las sem perder na qualidade.

Sistemas integrados de alarme, controle de acesso e imagem

O uso de tecnologias combinadas têm sido amplamente utilizados para reforçar a segurança nas empresas.

Uma tendência, neste sentido, é o uso de sistema de alarme e acesso usados de forma integrada. Eles agem paralelamente e reforçam a segurança em profundidade.

Mesmo o melhor equipamento, isolado, não adianta

Combinar tecnologia e segurança tem sido a opção mais sensata para proteger pessoas e os seus patrimônios da ação de criminosos.

Mas, mesmo os melhores equipamentos, usados de forma isolada podem apresentar deficiências.

Se o sistema de segurança não estiver bem dimensionado, não tiver na retaguarda um bom plano de segurança, meios técnicos e pessoas habilitadas, pouco vai adiantar.

E pior. Pode criar uma falsa sensação de segurança, e deixar as pessoas ainda mais vulneráveis, por acreditarem que estão protegidas, quando na verdade não estão.

O fator humano é essencial para conquistar bons resultados

Além de se precaver, pensando em meios combinados, que misturem tecnologia e segurança é importante dar atenção para uma outra questão essencial – as pessoas envolvidas.

Muitos crimes acontecem, influenciados por falhas humanas. Pessoas que, mesmo sem perceber, favorecem a ação dos bandidos.

É na sutileza que os criminosos criam oportunidades para agir.

Os meliantes usam vários métodos e deixaram antigos estereótipos para trás. Em muitos casos estão bem vestidos; tem uma boa conversa e tentam se passar por entregadores. Tudo para distrair as pessoas e entrarem nos ambientes sem serem percebidos.

Alcançar 100% de segurança, infelizmente não é possível. Mas dificultar e reduzir drasticamente as ocorrências sim.

Consciência e bom senso são palavras de ordem para conquistar estes feitos. Assim como a capacitação dos vigilantes e a orientação dos colaboradores para que eles sigam as normas estabelecidas.

Por mais que haja resistência na mudança de hábitos, uma coisa é certa: o fator humano é essencial para que tecnologia e segurança possam desempenhar bem o seu papel.

Portanto, você e seus colegas são co-responsáveis pela segurança do local onde você trabalha. Faça sua parte e coloque a vida em primeiro lugar.

ebook tudo sobre segurança eletrônica para empresas