O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança Eletrônica  > Sistemas de alarme que disparam sem motivo são um problema
Saiba porque os sistemas de alarme que disparam sem motivo são um problema

Sistemas de alarme que disparam sem motivo são um problema

O aviso sonoro dos sistemas de alarme apontam algum tipo de problema. Mas, você sabe indicar as razões desse disparo? Aprenda como evitá-los.

Uma das grandes reclamações de quem tem um sistema de alarme instalado em casa, na empresa ou no condomínio, são os frequentes “falsos” disparos. Ou seja, alarmes que disparam sem um motivo aparente.

Se esse evento acontece com frequência – seja ele ocasionado por pássaros, mariposas, o vento ou plantas que fazem os sensores dispararem o dispositivo – é sinal de que, possivelmente os níveis de segurança estão abaixo do esperado.

Portanto, para garantir que a segurança seja efetiva, o seu papel é identificar as razões pela qual o seu sistema de alarme não têm operado corretamente.

E existem alguns motivos comuns. Vamos à eles!

O problema dos falsos disparos em sistemas de alarme

Alarmes falsos são responsáveis por quase 90% dos registros. É muito comum, ouvirmos relatos de moradores e funcionários, com reclamações acerca desse tipo de ocorrência.

As pessoas ficam em pânico, cachorros latem e a bagunça é generalizada por conta do barulho. Porém, quando as autoridades chegam no local, percebem que não há um motivo aparente para o disparo.

Quando isso acontece, os sistemas de alarme perdem a sua credibilidade. E isso afeta todo o mercado e, principalmente a segurança das pessoas.

Para evitar esses problemas, é preciso ficar atento. O barato pode sair muito caro. Comprar um equipamento no balcão e instalar qualquer um pode fazer. Agora, cuidar da segurança é para especialistas.

Quais as causas mais frequentes?

Muitas pessoas, ao se depararem com falsos disparos de alarme, costumam apontar como causa a entrada de pequenos animais, o vento, as plantas e vibrações no local. O que é, de fato, uma análise muito superficial da situação.

Se um alarme dispara, mesmo que por estes motivos, a origem do problema não está nestes eventos, mas sim, na escolha do equipamento, no uso inapropriado ou na falta de manutenção.

Um exemplo bastante comum, é a presença de alarmes, feitos para operar em áreas externas, instalados erroneamente em áreas internas. E ainda, sensores que parecem operantes, quando na verdade não tem bateria suficiente para acionar o dispositivo.  

Ignorar os avisos sonoros é um grande perigo

Alarmes que disparam com frequência podem fazer com que as pessoas ignorem uma ocorrência, quando na verdade, o perigo pode ser real.

Esse descrédito no funcionamento do sistema é um grande problema. Contudo, ainda mais perigoso, é ignorar o fato de que o aviso sonoro – seja ele falso ou não – está sinalizando um problema.  

Hoje, pouquíssimos dispositivos não estão preparados para atender diferentes níveis de sensibilidade. Certamente, apenas os de qualidade inferior e mais baratos.

Portanto, fazer a escolha certa vai depender de um conjunto de fatores. A qualidade do equipamento é uma delas, mas é apenas a ponta do Iceberg.  

O que fazer para aumentar os níveis de segurança?

Ao optar por um sistema de alarme é importante que o consumidor esteja ciente de que, além da tecnologia empregada no equipamento, outros critérios devem ser avaliados.

Neste caso, é primordial conhecer a idoneidade da empresa contratada, se ela tem registro nos órgãos fiscalizadores, quem são os responsáveis pela instalação, o seu grau de conhecimento e experiência na área de segurança. Tudo para evitar transtornos no futuro.

Quanto a qualidade dos sistemas de alarme, no geral, deve-se evitar opções com preços muito abaixo do mercado e soluções caseiras.

Hoje, o mercado está bem abastecido com dispositivos de alta tecnologia. Muitos deles, capazes de operar em diferentes tipos de ambiente. Inclusive, aqueles que exigem bastante sensibilidade. Isso os torna imunes quanto a presença de pequenos animais e vibrações, e os faz detectar sabotagens, curto circuitos ou variações de voltagem.

Quer saber mais sobre o funcionamento dos sistemas de alarme e tudo mais sobre segurança? Acompanhe o blog do Grupo Segura!