O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança Eletrônica  > Entenda como planejar o monitoramento eletrônico de sua empresa
Entenda como planejar o monitoramento eletrônico de sua empresa

Entenda como planejar o monitoramento eletrônico de sua empresa

Planejar o monitoramento eletrônico é criar a oportunidade de se ter em mãos uma ferramenta de gestão que propiciará maior assertividade na condução das ações de segurança.

O planejamento é um instrumento fundamental de qualquer atividade. Com ele se torna possível traçar os rumos e os desdobramentos da estratégia criada para se chegar aos resultados esperados.

Este processo vai envolver um conjunto de tarefas que, quando organizadas dentro de uma metodologia, levarão a resultados mais assertivos.

Para desenvolvê-lo é preciso garantir que alguns questionamentos sejam sanados. Saber identificar os princípios de qualquer planejamento é o início de tudo: onde estamos, para onde queremos ir, e como chegaremos lá; são importantes gatilhos para este início de processo.

Como planejar o monitoramento eletrônico de sua empresa?

Ao planejar o monitoramento eletrônico de uma empresa, deve-se identificar quais são os processos mais críticos da instituição e desenvolver estratégias para minimizar o impacto de possíveis ocorrências.

Para a realização destas atividades é fundamental que se tenha o apoio das lideranças da organização e a participação integrada e sistematizada do maior número de pessoas envolvidas dentro da empresa.

O planejamento deve ainda ser personalizado, guiado pelas necessidades e o perfil de cada local, documentado, planejado e testado com antecedência.

Deve ainda manter um constante exame dos processos e a manutenção permanente de todos os aspectos mobilizados contra eventuais ocorrências.

É o resultado destes esforços que garantirá a assertividade na execução das tarefas e o dimensionamento correto, sem desperdício dos recursos empregados.

Levando em conta estas informações, considere na hora de planejar o monitoramento eletrônico da sua empresa a seguinte estrutura:

Projeto de análise de segurança

Entendimento da organização

A análise do cenário será o ponto de partida. Tendo em mente a análise dos recursos humanos e da infraestrutura, serão identificados os pontos de vulnerabilidade que a organização está exposta e os objetivos que se tem com o referido plano de segurança.

Avaliação do impacto e do risco contido em possíveis ocorrências

Com os objetivos em mente e a avaliação do cenário concluída, deve-se partir para a quantificação e a qualificação do impacto dos riscos identificados.

Deve-se avaliar o grau de risco de cada ponto falho, prevendo uma possível perda, interrupção e até mesmo a ruptura dos processos e rotinas da empresa. Prever o que poderá ocorrer em todos os pontos de risco, pode nos dar uma noção mais clara das necessidades apresentadas.

O resultado deste estudo subsidiará a determinação das estratégias mais adequadas a serem tomadas para cada caso.

Definição das estratégias de continuidade

Essa etapa se resume em dar respostas de proteção para as vulnerabilidades encontradas, de acordo com o grau de impacto que as mesmas apresentarem para o negócio. Entre outras atividades, as mais relevantes para que a normalidade dos negócios seja restabelecida rapidamente são:

  • A constante revisão das análises de risco e impacto;
  • O treinamento e o alinhamento das pessoas envolvidas com a segurança;
  • A previsão dos recursos necessários;
  • Os custos para implementação das estratégias.

Formalização das estratégias

A documentação criada para planejar o monitoramento eletrônico de sua empresa deve ser escrita com clareza, de forma objetiva e conter detalhadamente todas as informações importantes para a tomada de decisão, logo que elas forem solicitadas.

Os tópicos mais relevantes que devem ser previstos neste planejamento são:

  • Objetivos do plano;
  • Cenários e processos que ele irá atender;
  • Estratégias adotadas;
  • Testes e critérios de avaliação;
  • Previsão de quando cada ação deve ser ativada;
  • Processos essenciais para o funcionamento do plano;
  • Periodicidade de manutenção e controle.

A importância de se pensar neste conjunto está no somatório destes esforços. Segurança é sistema. E a prevenção só se dá pelo funcionamento correto e integrado de cada uma das partes.

Não se pode esquecer também de que a gestão dessa atividade é um processo contínuo, dinâmico e flexível, e que exigirá um acompanhamento permanente para o alcance das metas.

Lembramos ainda que a necessidade de um planejamento sendo feito por profissionais devidamente qualificados e preparados para lhe apresentar a melhor opção para executar seu planejamento é um fator determinante para o sucesso na implantação e no monitoramento.

Portanto, ao planejar o monitoramento eletrônico de sua empresa deve-se ter como base uma estratégia eficiente, onde cada etapa deve ser criteriosamente avaliada e monitorada, tendo sempre em mente o objetivo macro em questão: garantir a integridade do patrimônio e a vida sob proteção.

ebook tudo sobre segurança eletrônica para empresas