O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança  > Entenda como a iluminação de segurança ajuda na sua proteção
iluminação de segurança

Entenda como a iluminação de segurança ajuda na sua proteção

A iluminação de segurança é um componente essencial na prevenção de crimes. Porém, é preciso fazer uso correto desse equipamento. Aprenda a usá-la corretamente.

Como você deve imaginar, a escuridão é uma aliada poderosa da criminalidade, por razões óbvias.

Ela é capaz de acobertar movimentos suspeitos e a presença indesejada de estranhos em qualquer ambiente.

Por isso, a boa iluminação é um componente essencial na prevenção de crimes, além de ajudar a evitar depredações e pichações.

Entretanto, para cumprir com o seu papel a iluminação de segurança precisa ser ajustada da forma correta.

Caso contrário, não será efetiva e ainda, facilitará para que pessoas má intencionadas aproveitem da falta de iluminação para cometer delitos.

Mas, como exatamente fazer a escolha correta e garantir que a iluminação de segurança ajude a proteger pessoas e o patrimônio?

É o que mostraremos para você nesse artigo! Entenda os princípios básicos que devem nortear a sua escolha, cuidando de cada detalhe.

A importância do uso da iluminação de segurança

O objetivo principal para o uso da iluminação de segurança é alertar sobre a presença ou a entrada de um intruso em determinado local. Assim, ela é utilizada como auxiliar para as atividades de segurança privada durante à noite.

Para isso, os refletores podem ser utilizados de diferentes formas, dependendo da necessidade.

Podem ser instalados em postes, paredes, suportes e até no chão. Sendo que para isso, seu uso deve ser planejado estrategicamente, observando as necessidades e características de cada ambiente.

Até porque, existem diferentes tipos de iluminação de segurança e cada um deles se aplica a determinada circunstância.

Conhecendo os tipos de equipamentos mais comuns

No geral, são três os tipos de iluminação de segurança mais utilizados: a iluminação contínua, auxiliar e de emergência.

O sistema de iluminação contínua é o mais tradicional utilizado na segurança privada. São fixas em determinados pontos estratégicos e geralmente são acesas e apagadas em horários pré-determinados.

Enquanto isso, o sistema de iluminação auxiliar utiliza holofotes móveis, que são operados por pessoas habilitadas.

Por último, ainda temos o sistema de iluminação de emergência. Seu uso é utilizado na falta de energia ou em caso de pane dos outros sistemas. A fonte de energia utilizada é através de geradores ou baterias.

Princípios básicos que devem nortear a sua escolha

Como você pode ver, são muitas as formas que a iluminação de segurança pode contribuir para inibir a ação criminosa.

Assim sendo, pode atuar como um potente dissuasor psicológico, fazendo o criminoso se sentir exposto e vulnerável. Por conseguinte, ao gerar esse fator surpresa, pode desestimular e ainda ofuscar a visão dos meliantes.

Mas, para isso, a escolha dos refletores e o seu posicionamento precisam ser cuidadosamente escolhidos.

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem te ajudar nessa empreitada. Observe os pontos a seguir atentamente para fazer a escolha correta da iluminação de segurança:

  • A iluminação de cada ponto estratégico deve ter potência e intensidade suficiente para permitir a boa visualização de todo o perímetro. Um projeto luminotécnico dará as melhores orientações sobre isso;
  • O sistema, em geral deve ser instalado em locais altos e fora do alcance de vândalos, protegidos por grades ou outros sistemas de proteção;
  • Quando presentes em áreas externas, os refletores devem apresentar boa resistência às condições climáticas;
  • A iluminação de segurança não deve ser posicionada de modo que ilumine os vigilantes ou mostre a sua silhueta;
  • É importante observar as especificações técnicas dos equipamentos, tais como prazos de garantia e certificados de qualidade;
  • Luzes com acionamento automático e sensores de movimento são bastante recomendadas, uma vez que podem economizar mais energia.

Para concluir

Como você pode ver, usar a iluminação de segurança é uma estratégia auxiliar bastante eficaz e econômica para reforçar a sua segurança.

Ainda assim, deve ser utilizada paralelamente a outras soluções de segurança, como barreiras físicas, sistemas eletrônicos e vigilantes.

Deste modo, além de iluminar os ambientes, pode acionar alarmes e centrais de monitoramento para uma pronta-resposta e ainda, permitir a gravação de imagens próximas ou feitas a distância.  

E aí? Está convencido dos benefícios que você tem usando a iluminação de segurança? Agora, que tal ajudar para que outras pessoas também tenham esse cuidado básico em casa ou na empresa? Compartilhe essa ideia!

saiba mais sobre segurança eletrônica