O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Limpeza e Conservação  > Dicas profissionais para facilitar a limpeza pós-obra
limpeza pós-obra

Dicas profissionais para facilitar a limpeza pós-obra

Após o término da obra há uma série de cuidados a serem tomados para garantir que o imóvel esteja pronto para uso, sem estragar janelas, paredes, pisos, louças e metais sanitários.

Construções e reformas costumam exigir bastante paciência. Porém, antes da entrega existe uma etapa crucial que não pode ser negligenciada: a limpeza pós-obra.

É essa tarefa, que quando bem executada, vai garantir que toda a sujeira e os detritos que foram acumulados durante a execução da obra sejam eliminados. Isso, sem que o procedimento danifique qualquer acabamento.

Para isso, procedimentos rigorosos de limpeza devem ser adotados, visando garantir a durabilidade e a estética dos ambientes. E é sobre eles que falaremos nesse artigo.

Se quiser entender melhor como tornar a limpeza pós-obra mais eficiente e segura, continue com a gente!

Procedimentos para garantir uma eficiente limpeza pós-obra

Não há como evitar, toda obra gera sujeira e manchas nos materiais de acabamento, como paredes, pisos, louças e metais sanitários.

E, para que tudo isso não vire uma tremenda dor de cabeça é preciso que a limpeza pós-obra siga procedimentos profissionais e bastante rigorosos.

Afinal, essa limpeza é muito diferente da higienização comum. Uma vez que pós-obra os imóveis apresentam uma enorme quantidade de sujeira e outros detritos, tais como cimento, papelão, gesso, cola, tinta e outros materiais. O que faz com que a contratação de uma empresa especializada se torne fundamental.

Ainda assim, algumas dicas profissionais e instruções básicas podem te salvar de qualquer aperto. Confira!

Tenha cautela na limpeza para deixar o imóvel apresentável na entrega

Na limpeza pós-obra não é incomum nos depararmos com sujeiras e detritos mais pesados e de difícil remoção. Em especial, quando estão localizados em lugares onde o acesso é complicado, como nos vidros e paredes já pintadas.

Nesse caso, a primeira coisa a saber é que para cada situação um procedimento diferente deve ser adotado.

Portanto, antes de executar a limpeza pós-obra, é importante que você saiba o que pode e o que não pode ser empregado no local. Assim como, quais os produtos e equipamentos mais indicados para essa remoção e como empregá-los para sua maior segurança.

Utilize materiais e equipamentos capazes de remover a sujeira pesada

Respingos de tinta, argamassa e cimento, por exemplo, são bem difíceis de remover. Neste caso, é preciso saber dosar a força e escolher os equipamentos e produtos de limpeza corretos. Caso contrário, riscos nos pisos, vidros e bancadas de granito estão bem propensos a acontecer.

O correto para evitar esses contratempos é usar produtos específicos para essa finalidade. Eles têm fórmulas especiais que não agridem, mancham ou ofuscam o brilho das peças e são capazes de remover mais facilmente esse tipo de detrito.

O mesmo vale para outras superfícies. Portanto, porcelanatos, cerâmicas, madeira, vidros, pedras, louças e outros itens devem ser tratados com distinção. Sempre de acordo com o que indicam os fabricantes e as normas de segurança.

Mantenha as questões de segurança no seu radar

Observar as medidas de segurança na limpeza pós-obra é imprescindível em qualquer situação.

Sobretudo, porque não se pode esquecer de que a equipe de limpeza pode estar manuseando produtos tóxicos e nocivos à sua saúde. Ou ainda, operando equipamentos e máquinas em locais de difícil acesso – que em muitos casos envolvem altura. O que vai exigir a adequação às normas de segurança, como a NR35, por exemplo, e a utilização dos Equipamentos de Uso Individual – os EPIs.

Seguindo essas recomendações você evita que as pessoas sejam expostas a situações que podem gerar graves riscos à sua segurança. E ainda, garante a sua satisfação com o resultado final da obra, em qualidade e em economia.

Afinal, se a limpeza pós-obra foi executada corretamente você tem a garantia de que os serviços foram executados com profissionalismo. Ou seja, sem desperdícios ou que você tenha que empregar seu dinheiro para reparar qualquer dano no futuro.

Hora de pôr a mão na massa!

Agora que você já conhece todos esses procedimentos, que tal dar um próximo passo? Para conhecer mais sobre nossos serviços de limpeza e conservação, fale com nossa equipe de especialistas.