O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança  > Cuidados com aquecedores que você precisa adotar no inverno
Cuidados com aquecedores

Cuidados com aquecedores que você precisa adotar no inverno

Manter a casa aquecida parece convidativo no inverno. Mas, se não tomados os devidos cuidados com aquecedores eles podem se tornar um perigo!

Na intenção de proteger, em especial crianças pequenas e idosos do frio, é bastante comum o uso de aquecedores a gás ou elétricos.

Mas saiba que o uso indevido destes aparelhos pode ser um perigo, podendo provocar incêndios, desmaios e até óbitos. Basta uma fagulha, o aquecimento demasiado ou uma sobrecarga elétrica para que ocorra uma tragédia.

Portanto, é preciso ficar atento e redobrar a atenção para manter a casa aquecida no inverno. E é justamente sobre isso que falaremos a seguir.

Acompanhe se quiser conhecer os riscos e os cuidados com aquecedores que você ter em casa.

Manter a casa aquecida exige atenção redobrada

É bastante natural que as famílias busquem manter suas casas quentinhas e longe do frio. Em especial, quando se tem crianças e idosos, que são uma parcela da população mais vulnerável ao frio extremo e as suas consequências.

Nessa intenção é bastante comum o uso de aquecedores à gás ou elétricos. Como também calefatores, lençóis térmicos, fogões à lenha e lareiras.

Esses equipamentos são boas alternativas para combater o frio, no entanto, pedem alguns cuidados. Isso porque, o uso indevido pode provocar acidentes e problemas de saúde.

Cuidados com aquecedores que é preciso ter

Das várias alternativas que se tem para aquecer um ambiente, o uso de aquecedores é um dos preferidos. Muitas vezes portáteis, eles esquentam o ambiente trazendo a sensação de conforto, sem fazer sujeira.

O que muitos esquecem, é que como qualquer aparelho para este fim, é preciso ter cuidados com os aquecedores.

E a premissa vale para todos os tipos, inclusive para aqueles elétricos, que utilizam de cerâmica ou óleo e parecem inofensivos.

Isso porque, aquecer demais um cômodo pode levar à queda de oxigenação. O que faz a pressão sanguínea baixar, podendo levar à vasodilatação, desmaios e até a óbito. Em especial se a pessoa já tem problemas respiratórios ou cardíacos.

Além de problemas à saúde, os aquecedores podem também provocar incêndios. Isso porque, o seu uso gera um alto consumo de energia elétrica. E, se a casa não tem uma instalação capaz de suportar essa potência pode aumentar significantemente o risco de um curto-circuito, o superaquecimento da fiação e faíscas.

Nos modelos à gás os perigos são ainda maiores. O risco está nos vazamentos e na concentração de gás. Inflamável, sem cor ou sem cheiro esse gás é um assassino silencioso, caso o aparelho estiver mal instalado.

Usar bacias com água não evita os perigos

Para tentar driblar os malefícios proporcionados pelo uso dos aquecedores, muitos moradores recorrem a soluções caseiras.

Um dos mitos mais comuns neste sentido está no uso de bacias com água ou de toalhas molhadas no ambiente para evitar o ressecamento do ar ou a perda da umidade.

Essa solução paliativa apenas umidifica o ambiente, mas não traz de volta o oxigênio. O que faz com que os riscos para a saúde continuem a existir.

Alternativas para se manter aquecido

Ao tomar os devidos cuidados com aquecedores é possível usufruir dos benefícios e ainda, se manter longe dos perigos gerados pelo aquecimento excessivo.

O ideal neste caso, é sempre utilizar os aquecedores para climatizar o ambiente e desligá-los assim que determinada temperatura for atingida.

Além disso, é recomendado que, quando o aquecedor estiver em uso, as pessoas mantenham uma janela ou uma porta aberta para que haja ventilação e a circulação de ar.

Já no caso dos aquecedores à gás, para uso dentro de casa ou em ambientes fechados, eles devem ser evitados.

É preciso também que os moradores fiquem atentos à instalação elétrica da residência. Equipamentos antigos e de baixa potência podem apresentar problemas e aumentar consideravelmente os perigos de um incêndio.

Na dúvida é melhor não arriscar. Até porque métodos alternativos como bebidas quentes, bolsas térmicas aquecidas, mantas e cobertores são sempre uma boa pedida quando a intenção é manter-se quentinho dentro de casa.

E aí? Já está pronto para colocar em prática estas dicas e redobrar os cuidados com aquecedores aí na sua casa? Conta pra gente nos comentários!

saiba mais sobre segurança eletrônica