O Grupo Segura está com você
Com mais de 20 anos de atuação, o Grupo Segura, bem como asseio e conservação, e terceirização de serviços administrativos.


Blumenau

SEGURANÇA PRIVADA
Rua João Pessoa, 3.152
CEP 89036-004
47 3035 8009

SERVIÇOS
Rua Dr. Antônio Haffner, 389<br/>
CEP 89036-640<br/>
47 3035 4000

365 dias por ano

Atendimento 24 horas por dia

47 3035 8000

contato@gruposegura.com.br

Topo
 
Grupo Segura > Segurança para Empresas  > Como evitar furtos em lojas reconhecendo atitudes suspeitas
Como evitar furtos em lojas reconhecendo atitudes suspeitas

Como evitar furtos em lojas reconhecendo atitudes suspeitas

Se você já teve algum produto furtado, sabe bem o quanto é difícil reconhecer atitudes suspeitas no comércio. Aprenda a identificá-las e saiba como evitar furtos em lojas.

Furtos são crimes comuns no varejo brasileiro. Mas, nem sempre é fácil identificar atitudes suspeitas.

Por outro lado, abordagens mal feitas também podem levar a sérios prejuízos. Inclusive financeiros.

Para resolver este embate, inibir a ação do furtante é a melhor atitude que o lojista pode tomar.

Entretanto, há alguns casos em que a abordagem se torna inevitável.

Quer saber como driblar essa situação da forma correta e conhecer algumas dicas sobre como evitar furtos em lojas? O artigo de hoje foi preparado para isso.

Se esse é o seu interesse, este artigo foi feito para você. Vamos adiante?

Reconheça as atitudes mais comuns dos criminosos

Para saber como evitar furtos em lojas é importante que o lojista já tenha um plano de segurança previamente estabelecido.

Ele é essencial para orientar e treinar funcionários para identificar e reagir quando uma atitude suspeita é identificada.

Assim, muitos problemas legais também podem ser evitados. Afinal, existem diferentes tipos de furtos e cada um deles exige uma solução específica.

No geral três perfis de furtantes são os mais comuns. Os criminosos ocasionais, os impulsivos e os profissionais.

Para esses três casos, alerta-se que os lojistas fiquem atentos a algumas atitudes suspeitas.

Olhares desconfiados, foco na direção das câmeras, uso de guarda-chuva em dias de sol, casacos em dias quentes, roupas muito folgadas e grandes, carrinhos de compra com mochilas no interior, pessoas que circulam muito pela loja, que entram juntas e se separam no interior da loja merecem atenção.

Estas atitudes podem sinalizar alguma ação mal intencionada.

Existem casos onde o furto é praticado pelos próprios funcionários

Além de clientes indesejáveis, o furto no comércio também pode ser praticado por pessoas diretamente ligadas às operações da empresa.

Nestes casos é importante que o lojista deixe claro que fraudes e furtos são punidos na forma da lei, de acordo com o código penal.

Entretanto, em hipótese alguma, suspeitas e denúncias devem causar constrangimento, perseguições ou discriminações.

Apenas depois de comprovado o crime, o furtante pode ser encaminhado a uma autoridade policial, para o registro da ocorrência.

Abordagens desastrosas e seus efeitos no varejo

Identificar atitudes suspeitas e saber como evitar furtos em lojas exige interceptações muito bem planejadas. Afinal, uma abordagem desastrosa pode afastar clientes e gerar processos civis e penais contra o lojista.

Todos estes problemas podem desequilibrar as finanças de uma empresa e até provocar falências. Por isso, contar com a ajuda de especialistas para solucionar estes casos é sempre uma atitude recomendada.

Dificilmente uma ação protetiva será bem sucedida quando atuar de forma isolada.

Dentro deste contexto é preciso unir forças. Contar com processos, pessoas e tecnologia avançada para acompanhar atitudes suspeitas e dar o encaminhamento correto e legal para elas.

Como evitar furtos em lojas da forma correta

O velho jargão popular “sorria que você está sendo filmado” soa muito atual quando o assunto são os furtos no varejo.

É importante que o lojista deixe claro que sua loja está protegida e que possui pessoas treinadas e equipamentos de segurança operantes, vigiando o local.

Além de equipamentos, como tags nas mercadorias, câmeras, alarmes e a presença de vigilantes é importante que os colaboradores recebam treinamento para agir nestas situações.

A abordagem deve ser natural, tal qual é feito o atendimento tradicional na loja.

O atendente pode se aproximar do suspeito e oferecer um serviço, por exemplo. Tudo sem parecer invasivo ou desconfiado.

O ambiente, a distribuição das prateleiras e do caixa também são importantes. Mantenha-os dentro do seu campo de visão.

E lembre-se: é com atitudes preventivas que você vai alcançar os melhores resultados.

Contar com especialistas no assunto, que estarão do seu lado monitorando e acompanhando qualquer atitude suspeita, também é muito válido.

Gostou do artigo sobre como evitar furtos em lojas?

Para ler mais dicas relacionadas a segurança da sua empresa acompanhe o Blog do Grupo Segura. Aí é só ampliar seus conhecimentos e partir para a prática.